terça-feira, 15 de março de 2016

Imagem relacionada

Desde 1985 ajudando a industria e profissionais na especificação de cores em suas futuras coleções. Casas, escritórios, automóveis, mobiliários e outros que demandam elevada exigência na assertividade do futuro. seu público especificador, como arquitetos, decoradores, designers e profissionais de comunicação e cenógrafos, via de regra se fia na "inteligência-da-cor" como poderosa ferramenta para conquistar a preferência do consumidor.

CARTELA CECAL
Em edição bienal, apresenta as cores que estarão no auge diferentes tempos e ciclos de tendências:
a) Auge (topo da pirâmide)
b) Média Difusão (classe A e B)
c) Massificação (ex-tendência)
O estudo é feito ao longo de 12 meses, contando com uma equipe de especialistas e acadêmicos dos universos afins, como artistas plásticos, arquitetos, designers e outros.

ESTUDOS DE TENDÊNCIAS E ESTILOS
Atende à empresas que precisam saber não só quais serão as cores futuras mas como serão usadas. O trabalho cativa arquitetos, designers e fabricantes materiais para projetos de primeiro nível.

EVENTOS ESPECIALIZADOS
A confiança permeia as relações com seus diversos públicos. O CBC conta com o apoio irrestrito de dezenas de artistas de prestígio em todos os eventos do  "Dia da Cor" no MASP. Em poucas horas geram obras soberbas a partir da cartela em vigor.

LABORATÓRIOS DA COR
Um arsenal de pesquisa industrial para o desenvolvimento de qualquer cor para qualquer produto e matéria prima.

DIFUSÃO DE CONHECIMENTO
Palestras e publicação de livros para arquitetos e designers. Consultoria de produtos e cursos In-company.


Comitê Brasileiro de Cores

O CECAL – Centro de Estudos da Cor para a América Latina, criado pelo CBC – Comitê Brasileiro de Cores e o CA Color, Centro Argentino de Cor, insere os países da América do Sul em posição de ponta na tecnologia da cor, dando às suas indústrias e prestadores de serviços dois importantes benefícios:
– satisfação para o consumidor latino-americano, através de produtos  atualizados e pertinentes  com seus anseios para  os três anos seguintes;
– atualização tecnológica e poder de competição no mercado internacional.
Numa ponta, a “Cartela de Tendência CECAL” é uma ferramenta de inestimável utilidade para diferentes níveis da indústria, comércio, arquitetos e decoradores.
Na outra ponta, é um verdadeiro passaporte para o consumidor acessar com segurança ao mundo das cerâmicas, pedras, metais, tecidos, tintas e plásticos.
A Cartela CECAL 2017 foi lançada na Revestir em palestra promovida pela SIQ MARKETING! 
O MUNDO EM MOVIMENTO GERA CORES LÍQUIDAS

A cartela do Comitê Brasileiro de Cores, a CECAL 2017, acompanha os movimentos do mundo cada vez mais acelerado e crítico. Seguindo a filosofia do sociólogo polonês Zygmunt Bauman que nos fala de princípios da imaterialidade da vida, pesquisamos momentos da natureza que nos inspiram a cada segundo de nossa existência.

“… a vida líquida é precária, vivida em condições de incerteza constante” Bauman

A velocidade que o indivíduo moderno transita entre o amor e o desapego, entre a relevância e o descaso, entre o moderno e o ultrapassado, entre o essencial e o desnecessário provoca nas relações e ações uma série de resíduos inoperantes e supérfluos. De um momento para outro o que aquela pessoa gostava muito de um determinado lugar, pessoa ou objeto, ela passa a não gostar mais, ou pior tanto faz, o que gera a apatia.
Nossa aposta é CORES LIQUIDAS que se mesclam, interagindo entre elas pelo movimento das emoções, como o voo e rastros de uma borboleta multicolorida.

Cores do Brasil na Copa do Mundo - Cristopher Jonson2

Além de lançar a nova tabela de cores CECAL 2017 na Expo Revestir, o CBC também lançará na feira ABUP .

A ABUP TÊXTIL surgiu como o novo e principal evento do setor têxtil para casa. Tecidos e acessórios para decoração compõem o mix de produtos que serão apresentados durante a feira.
Realizado duas vezes ao ano, em março e agosto, conta com a participação e apoio de importantes empresas e entidades do setor. Caracteriza-se como um evento de negócios, direcionado para lojistas e estabelecimentos que efetuam a compra dos produtos comercializados na feira no atacado. Por este motivo, não é aberto ao grande público.
Os expositores (fabricantes e distribuidores de linha têxtil para casa) apresentarão, em quatro dias de evento, lançamentos que serão tendência no ano de 2016, em produtos acabados e matérias primas para o setor casa.
O ABUP TÊXTIL acontece em São Paulo, em local privilegiado e estrategicamente pensado para eventos. O Centro de Eventos PRO MAGNO sedia todos os eventos da ABUP que se realizam nas confortáveis instalações do mais novo pavilhão da cidade.

PARTICIPEM!!!

INSCRIÇÕES NO SITE http://www.abup.com.br/eventos_abup/abup-textil/










1° Encontro de Profissionais ADESP 2016, na livraria da Vila - Alameda Lorena.
Palestra teve como tema REDESENHANDO A CRISE: EXISTENCIAL E ECONÔMICA, um olhar diferente sobre a crise e um estudo de caso apresentado por Marcelo Scharra.
Todos os segmentos muito bem representados: Arquitetos, Designers, Engenheiros ... Muitas ações ainda por vir!!!









sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Encontro de Profissionais ADESP - COR, um diferencial de seu projeto.







Elisabeth Wey, Shisha Kessim e Mauricio Siqueira, diretores do CBC - Comitê Brasileiro de Cores.

O último encontro dos Profissionais da ADESP de 2015 foi um grande sucesso. Além da confraternização, foi feita uma singela menção em homenagem e respeito à nossa querida Olga Krel que os deixou no último dia 08/12/15, e um minuto de silencio foi respeitado em dedicação à nossa amiga, mestre e incentivadora.



O Mauricio apresentou o Comitê Brasileiro de Cores aos convidados explicando a importância e o reconhecimento deste grupo em vários segmentos do mercado, através da busca das inspirações que se transformarão nas “tendências"que nortearão o mercado em seus próximos lançamentos- industria têxtil, automotiva,revestimentos para decoração,etc… Apresentou também a cartela de cores desenvolvida pelo comitê como resultado de pesquisas iniciadas nos anos anteriores e que será atualizada pela nova cartela 2016 que será lançada na próxima Expo-Revestir.Todos os convidados receberam, além de outros brindes, a cartela de cores vigente. 

A seguir Elisabeth Wey apresentou uma breve explicação de como ,do ponto de vista científico, a cor é processada pelo cérebro e enviada a retina causando a cada um suas próprias impressões - a sensação se transformando em percepção. Elisabeth também ressaltou a importância de tentarmos sempre identificar em cada cliente qual é a cor que lhe corresponde,inclusive citando que o Comitê possui uma ferramenta de teste especifica para auxiliar nessa identificação. Desta forma conseguimos imprimir no ambiente que criamos a personalidade do cliente através do uso das cores que correspondam ao repertório emocional de cada um. Por fim,  Shisha montou uma apresentação com exemplos de uso de cores nos ambientes de forma a torná-los mais vivos e interessantes, apresentando diversos materiais e referencias adquiridas por ela e pelos pesquisadores do Comitê em diversos lugares do mundo, alem de produtos ja disponíveis no mercado brasileiro para esse fim. Ao final do evento os diretores do comitê interagiram com os convidados para trocar experiências, apresentando diversos materiais para uso na decoração com foco no uso da cor e as publicações do Comitê - livros abordando o tema do uso da cor.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Museu Belas Artes de São Paulo apresenta exposição Rotas




A mostra faz parte da programação especial da Belas Artes em homenagem ao aniversário de 90 anos da instituição


O Museu Belas Artes de São Paulo apresenta, a partir do dia 10 de dezembro, a Mostra Rotas.
A exposição reúne criações de Alan Piter, Estúdio Cipó, Gabriel Valdivieso, Estúdio Dlux, Felipe Protti, Gustavo Ferro, Estúdio BRA, Fernanda Spilborghs e Luiz Escañuela, jovens profissionais de várias áreas de formação do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo.
A Mostra leva o nome Rotas, pois seu intuito é apresentar que a consolidação de uma carreira se dá por meio da construção de um sentido para uma trajetória “O percurso profissional está associado com um conjunto de ações e escolhas que devem indicar um propósito”, explica Denise Xavier, professora da Instituição e curadora da exposição.
Os nove convidados apesar de estarem em pontos distintos de seus roteiros profissionais apresentam tangências em suas rotas. Ex-alunos da Belas Artes como dado de origem e que de maneira inquieta, crítica e provocativa vêm formulando respostas técnicas e plásticas às demandas da sociedade contemporânea.

A exposição é aberta ao público e também faz parte das comemorações dos 90 da Belas Artes



ROTAS                     
ENTRADA GRATUITA
Data de abertura: 09 de dezembro às 19h para convidados
Visitação:  10/12 a 18/12/2015
11/01/2016 a 20/02/2016; seg. a sex., das 10h às 20h
 Sáb., das 10h às 16h
(fechado aos domingos e feriados).
Local: Museu Belas Artes de São Paulo (muBA) – Sede
Endereço: Rua Dr. Álvaro Alvim, 76, Vila Mariana, São Paulo – SP
Contato: 55 11 5576 7300 / 

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Morre Olga Krell, a grande Dama da Decoração


Nem as palavras mais bonitas deste mundo poderiam trazer algum tipo de alegria para o dia de hoje. A saudade conseguiu preencher todos os espaços das nossas vidas.
Nossa querida Olga Krell nos deixou na madrugada desta terça-feira.
Sua contribuição para a arquitetura e decoração brasileira foi infinita.  Choram hoje os profissionais que tiveram suas carreiras alavancadas pela nossa Dama da Decoração. 
Vá em paz querida amiga , inspiradora e idealizadora do futuro de nossas profissões. 
Com certeza hj, o céu esta em festa ...
Resta a dor da saudade...
Suas lembranças de tantos momentos importantes amenizarão a nossa dor.
 Manteremos sua memória sempre viva!
Nosso compromisso será manter seus preceitos sempre atuantes.

Meu ultimo beijo, adeus!

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Arquiteta fala sobre o uso de baias e divisórias no ambiente corporativo


Um ambiente de trabalho saudável, com espaços funcionais, bonitos e convidativos, ajuda muito na satisfação de qualquer funcionário. Mas e quando se faz necessário implementar baias e divisórias no ambiente corporativo? A arquiteta Sonia Acciaris, especialista em arquitetura corporativa, dá algumas dicas sobre o assunto.
"Baias e divisórias podem ser importantes elementos dentro de um ambiente corporativo, principalmente para aqueles momentos em que o funcionário precisa de mais concentração ou privacidade", comenta Sonia."No entanto, elas não podem ser simplesmente instaladas no escritório. A implementação deve fazer parte de um projeto pensado especificamente para o ambiente e para a equipe", completa.
 Baias ou divisórias podem funcionar dividindo espaços e pessoas. As baias geralmente são instaladas nas mesas e não impedem o contato direto entre funcionários. Já as divisórias são como paredes, utilizadas para criar ambientes particulares dentro de um escritório, como salas de reunião, salas de brainstorm, áreas de descompressão e até cozinhas.
Quem deseja criar pequenas divisórias (divisórias baixas), proporcionando aos funcionários um ambiente mais particular e pessoal, pode utilizar as baias. Para que o funcionário não se sinta completamente isolado, é importante pensar na altura, largura e material dessas baias. "Pessoas que precisam trabalhar em equipe necessitam de baias mais baixas, que facilitem a comunicação. Além disso, materiais transparentes ajudam esteticamente o espaço, pois não bloqueiam a luz, dando maior sensação de amplitude", comenta a arquiteta.
Para aqueles escritórios que precisam de uma divisão no espaço, criando outros ambientes, pode-se investir em divisórias. "As divisórias podem proporcionar melhorias para o ambiente corporativo. Dividir o espaço não é necessariamente algo ruim, pois assim o local pode ficar mais organizado e eficiente. Além disso, naqueles momentos em que é preciso evitar distrações ou se fazer uma reunião, esse espaço isolado pode ser bastante útil", lembra Sonia.
A arquiteta ressalta que, para um projeto de arquitetura com baias e divisórias bem otimizadas no local de trabalho, é necessário, antes de tudo, um estudo profundo do espaço, das atividades que são desenvolvidas nele e da aceitação entre a equipe. "Existem muitas soluções em matéria de baias e divisórias que podem colaborar com o desenvolvimento do trabalho e da equipe. Por isso, antes de instalar qualquer divisor dentro do ambiente de trabalho, é preciso não só conversar com quem lá trabalha, como também chamar um profissional para projetar e executar o trabalho. Só assim é possível garantir o sucesso da implementação de baias e divisórias em ambientes corporativos", finaliza.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Cores, onde buscar inspiração?


*Por Andrea Krause


O tema cor é fascinante. Além de estar presente em tudo o que nos cerca, as tonalidades são carregadas de significados e influenciam muitos profissionais do segmento da decoração de interiores.
Isso acontece por que a cor tem um apelo emocional muito forte e, portanto, proporciona sensações que na decoração transmitem bem-estar, conforto e acolhimento - sintonizada com cada estilo de vida.
No processo criativo de um projeto de interiores é possível criar uma paleta de cores de uma fotografia da cidade de São Paulo no inverno ao entardecer. Ou buscar inspiração em grandes marcas de moda, decoração ou segmentos formadores de opinião. 


 Paleta Concreto          


Mas como determinar para onde olhar e buscar tal inspiração?
Sabemos que o tema cor desperta muito interesse e é uma ferramenta fundamental para quem atua com arquitetura ou design de interiores. Somos bombardeados por tendências apresentadas em diferentes países, mídias, eventos, feiras e por nossos principais fornecedores.
Para absorver e aplicar o código das cores é fundamental a pesquisa de mercado. Sabemos que precisamos de inspirações, grandes ideias que iluminam as ruas, mas o fundamental é saber lidar com essas ideias e interpretar esses sinais, um processo de construção contínua, de pesquisa e observação.
Faço uma leitura da cor associada a um contexto social e cultural, muitas vezes o que parece ser uma forte tendência em alguns países não é realidade em outros. Outro aspecto é que a cor transita por diferentes mercados. Para criar referências é fundamental pesquisar o que acontece em três segmentos diferentes que podem ter relação com o design de interiores, como por exemplo ” a moda”, a “decoração” e o “design”.
    Paleta Azuis


Eleger algumas marcas e acompanhar com frequência seus lançamentos traz insights importantes para determinar as paletas de cores do momento. Além disso, acompanhar os press releases ou blogs dessas empresas é uma maneira de entender melhor o porquê de determinado lançamento.
Em viagem recente a Nova York aproveitei para realizar uma pesquisa de cores da moda e das vitrines de marcas relevantes na 5ª Avenida. Desta pesquisa compartilho algumas paletas inspiracionais para o design de interiores:
Mas como determinar para onde olhar e buscar tal inspiração?
Sabemos que o tema cor desperta muito interesse e é uma ferramenta fundamental para quem atua com arquitetura ou design de interiores. Somos bombardeados por tendências apresentadas em diferentes países, mídias, eventos, feiras e por nossos principais fornecedores.
Para absorver e aplicar o código das cores é fundamental a pesquisa de mercado. Sabemos que precisamos de inspirações, grandes ideias que iluminam as ruas, mas o fundamental é saber lidar com essas ideias e interpretar esses sinais, um processo de construção contínua, de pesquisa e observação.
Faço uma leitura da cor associada a um contexto social e cultural, muitas vezes o que parece ser uma forte tendência em alguns países não é realidade em outros. Outro aspecto é que a cor transita por diferentes mercados. Para criar referências é fundamental pesquisar o que acontece em três segmentos diferentes que podem ter relação com o design de interiores, como por exemplo ” a moda”, a “decoração” e o “design”.
Eleger algumas marcas e acompanhar com frequência seus lançamentos traz insights importantes para determinar as paletas de cores do momento. Além disso, acompanhar os press releases ou blogs dessas empresas é uma maneira de entender melhor o porquê de determinado lançamento.

Em viagem recente a Nova York aproveitei para realizar uma pesquisa de cores da moda e das vitrines de marcas relevantes na 5ª Avenida. Desta pesquisa compartilho algumas paletas inspiracionais para o design de interiores:

Os verdes ligados a temas sobre sustentabilidade: tons de florestas mais escuras com graduações de verdes médios e claros. Cores de equilíbrio restauram o espírito, trazem referências ao jardim, à mãe natureza. São tons valorizados pela luz natural.
Paleta Flores

O poder das flores, paleta aromática e de transformação: tonalidades da violeta, jasmim, púrpura e a suavidade das rosas. Cores soft, desperta pureza, doce, delicada. A paleta é perfeita para áreas que não precisam de muita luz do dia, permitem combinações as graduações dessas cores, refrescantes para quartos e lavabos, ambientes corporativos associados ao emocional dessas cores.
A força da arquitetura, os metais nobres: tons de dourado, bronze, ferrugem, aço corten, concreto e cimento queimado. Associados aos revestimentos contemporâneos, elegância, masculinidade, força. Ideal para paredes de ambientes corporativos e fachadas. Espaços luxuosos e arrojados.


Cores poderosas, mágicas e teatrais : vermelho coral, marsala, fucsia, rubi, púrpura. Cores da paixão, usos na moda e na decoração. Cores de impacto e forte presença. Tons femininos, que remetem a força da mulher. Estimulantes

Tons dos azuis, dos corantes antigos: Índigo, a cor das profundezas, um dos corantes mais antigos do mundo. Estimulante para a imaginação e a intuição. Com suas raízes no extremo oriente, refinada e sóbria. Ótima para ornamentos. Azul turquesa, cor refrescante e envolvente: a paleta cria uma nova dimensão na casa, permitindo compor tons frios com quentes para criar ambientes agradáveis ao olhar. Tons frescos e cítricos contrastam muito bem com o turquesa.



 Paleta Metais      
Essa pesquisa foi apresentada a arquitetos em eventos com a butique de revestimentos Portoalpha em Alphaville e na Granja Viana a convite da Miaki, especializada em revestimentos monolíticos para pisos e paredes, com alto desempenho e tecnologia. A empresa atua no mercado desde 1993 com soluções decorativas para pisos, paredes, tetos e fachadas para projetos comerciais e residenciais, além de sistemas para áreas industriais, alimentícias e impermeabilização. Oferece sofisticação, desempenho e estética, valorizando qualquer projeto de arquitetura e design de interiores.
*Andréa Krause é Designer, especializada em design de superfícies e estudiosa da cor. Iniciou-se n a pintura abstrata, ministra cursos e palestras. Consultora de marketing.