terça-feira, 12 de novembro de 2013

World Ceramic Tiles Forum promove o desenvolvimento global do setor cerâmico

                           
       

   
De 5 a 8 de novembro de 2013 o Brasil sediou o 20º World Ceramic Tiles Forum (WCTF), reunindo os principais países fabricantes de revestimentos cerâmicos do mundo. Cerca de 40 participantes de 15 delegações (Alemanha, Argentina, Austrália, Brasil, China, Emirados Árabes, Espanha, EUA, França, Itália, Japão, México, Taiwan, Turquia e Ucrânia), que juntas representam mais de 90% da produção global, estiveram na cidade do Rio de Janeiro discutindo questões de interesse comum para o desenvolvimento do setor.    
     Promovido pela ANFACER, em coordenação com a Secretaria Executiva do WCTF, a edição 2013 revelou o panorama mundial do comércio, tendências de produção e consumo; concluiu o processo de revisão dos códigos HS para revestimentos cerâmicos no âmbito da OMA – Organização Mundial das Aduanas; e discutiu questões de normalização internacional, acordos de livre comércio, energia e sustentabilidade. 
     Dentre os dados divulgados o aumento consistente do consumo e da produção reflete um mercado global saudável e sustentável para o setor de revestimentos cerâmicos. O consumo mundial em 2012 cresceu 4,7% em relação a 2011, representando um aumento de mais de 91% desde 2000. Igualmente, a produção em 2012 ultrapassou os níveis de 2000 em mais de 89%, ano em que foi produzido, em volume, mais de 10,3 bilhões de metros quadrados de revestimentos cerâmicos. 




    O Forum também explorou as questões relacionadas à normalização internacional (ISO) e as atividades dos grupos de trabalho sob a ISO TC 189. A discussão centrou-se nos temas de absorção de água e na possibilidade de se estabelecer um único método de teste global através da ISO. 
    Quanto aos tópicos referentes às barreiras de acesso ao mercado reiterou-se o compromisso com uma maior liberalização do comércio através de acordos multilaterais e bilaterais ou políticas que visem reduzir o impacto das barreiras tarifárias e técnicas ao comércio. Já, a revisão bem sucedida dos códigos antigos (HS 6907/6908) proporcionará uma classificação aduaneira mais assertiva e alinhada com a realidade da produção e dos mercados atuais. 
    Por fim, foram debatidos os temas energia e sustentabilidade. Para as questões relacionadas à energia os principais desafios encontram-se na volatilidade tarifária, que afeta diretamente a competitividade da indústria e a necessidade da garantia de abastecimento. Já os debates sobre sustentabilidade voltaram-se para o aumento da cooperação e troca de informações entre os fabricantes em nível internacional em relação a aspectos como eficiência energética e programas ambientais. 

    Criado em 1994 e realizado anualmente, a próxima edição do World Ceramic Tiles Forum acontecerá em novembro de 2014.  



Por: Emanuella Minari


Nenhum comentário:

Postar um comentário