quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Vidro curvo: mais design para a arquitetura

   Muito mais do que um material transparente utilizado para fechar vãos, os vidros curvos se tornaram diferenciais na arquitetura e construção civil. Seu design surpreende os arquitetos e consumidores pelo aspecto visual nobre, que esbanja estilo e modernidade. Além disso, proporciona flexibilidade para obras mais arrojadas, alta durabilidade e funcionalidade aos projetos.
   Em todo o mundo, o principal fabricante de vidros curvos é a empresa espanhola CRICURSA, representada no Brasil com exclusividade pela T2G | TECHNICAL GLASS GROUP. Seu formato é obtido a partir de um vidro plano, que passa por um processo de aquecimento lento até atingir seu ponto de plasticidade. Em seguida, é colocado (por gravidade) sobre um molde personalizado. Ao atingir a geometria desejada, começa um processo de "recozimento" (arrefecimento lento do vidro) para determinar a qualidade estrutural e visual do produto final. O resultado é uma transformação estável da estrutura molecular, o que produz tensões permanentes que aumentam a resistência à flexão, compressão e impacto.
   A maior parte do volume do vidro curvo fabricado no Brasil é destinada ao setor automobilístico (pára-brisas). No setor de arquitetura, podem ser curvados e laminados para acompanhar a fachada dos edifícios ou ser aplicados em guarda-corpos circulares. Podem também compor clarabóias e coberturas. Independente da forma de fixação, o vidro curvo aplicado em prédios é laminado para garantir a segurança. Também pode ser aplicado em portas, trilhos, vitrinas, divisórias, entre outros.



Propriedades:

  •  Reduz o risco de ruptura do estresse térmico;
  •  Aumenta a resistência a qualquer esforço mecânico (vento, neve, etc.)
  •  Permite que os vidros sejam instalados sem carpintaria (necessária quando se utiliza sistemas de fixação de pontos)
  •  Em caso de quebra os fragmentos são inofensivos
  •  Boa reflexão óptica e refração
  •  Não há marcas de pinças nas bordas

 As propriedades físicas são as mesmas do vidro temperado (módulo de elasticidade, as propriedades ópticas, a condutividade térmica, o calor específico, o coeficiente de dilatação térmica linear, etc.)

Por: Emanuella Minari

Nenhum comentário:

Postar um comentário