quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Válvula de controle de temperatura elimina risco de queimaduras no banho



    Multichoice Pressure Balance, tecnologia da Delta Faucet, é a garantia contra desconfortos e acidentes em sistemas de aquecimento de água para o banho
     A abertura do registro e um jato de água fervendo pode causar desde simples desconfortos até graves acidentes. A situação ainda é comum em boa parte dos hotéis e lares brasileiros que utilizam sistemas de aquecimento de água a gás sem controle de temperatura.   Atenta a essa necessidade, a Delta Faucet, líder mundial em inovação para torneiras, chuveiros e acessórios para banheiros e cozinhas, já disponibiliza no Brasil as válvulas Multichoice Pressure Balance, que eliminam os riscos de queimaduras.
    O equipamento é capaz de monitorar a temperatura da água e ajustar automaticamente a mistura entre água quente e fria para manter um controle preciso de temperatura, com variações de, no máximo, 3 °C (1,6 ° C para cima ou para baixo).
     Além disso, a válvula monocomando representa uma economia na hora de construir ou reformar a casa, pois o cliente não precisará mais adquirir duas peças para o acionamento da água.
    “Essa tecnologia, que representa não apenas conforto mas também segurança ao consumidor, já é padrão em mercados como os Estados Unidos e Canadá”, explica Luiz Lunardelli, diretor da Delta Faucet no Brasil.
    “Os brasileiros agora começam a ter contato com esse tipo de produto, que deve se tornar em breve um item de primeira necessidade em sistemas de aquecimento de água”, completa o executivo.

Linha Vero, da Delta Faucet, equipada com a válvula Multichoice Pressure Balance


Sobre a Delta Faucet

Fundada em 1954, a Delta Faucet Corporation, líder em inovação e vendas de torneiras nos Estados Unidos, oferece uma ampla linha de produtos incorporando estilo e inovação em torneiras e válvulas de descarga. A empresa fabrica os produtos das marcas Delta®, Brizo® e Peerless®, assim como as tecnologias Touch²O®, que ativa ou desativa as torneiras com um simples toque em qualquer ponto da peça, e a DIAMOND Seal Technology(TM), uma solução que permite à torneira suportar até cinco milhões de aberturas, além de eliminar o risco de contaminação por metais pesados, geralmente utilizados em componentes de torneiras convencionais. A empresa tem sede em Indianápolis (Indiana, EUA) e está presente em mais de 50 países, incluindo o Brasil.

Por: Emanuella Minari Ferreira
Fonte: MSL Group

Norma de Desempenho passa a vigorar daqui a cinco meses



A ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) publicou a NBR 15.575 – Norma de Desempenho de Edificações Habitacionais – no último dia 19 de fevereiro. Desta forma, a Norma passa a vigorar no dia 19 de julho de 2013 em todo o País, ou seja, após 150 dias da sua publicação, podendo ser exigida a partir desta data nos projetos que forem protocolados para aprovação nos órgãos públicos.

A norma é fruto do intenso trabalho da Comissão de Estudos de Desempenho de Edificações, criada no âmbito do Comitê Brasileiro da Construção Civil (ABNT/CB-02), coordenada pelo engenheiro Fábio Villas Boas, da Tecnisa, e inteiramente apoiada pela cadeia da indústria da construção do País. Começou a ser elaborada há cinco anos e traz importantes mecanismos de defesa do consumidor na hora de adquirir um imóvel.



Entenda a Norma

A NBR 15.575 trata de três classes de desempenho acústico (mínimo, intermediário e superior), além de níveis máximos de pressão sonora aceitáveis, gerados por equipamentos motores e instalações hidrossanitárias. Os usuários terão acesso a essas informações e poderão reclamar quando constatarem problemas acústicos em seus apartamentos. Apesar dos índices de desempenho acústico mínimos serem  baixos, se comparados às normas europeias, é importante porque surge um patamar que, ao longo do tempo, deverá ser cada vez mais exigente.

Algumas melhorias imediatas que a NBR 15.575 trará, em relação ao conforto acústico: as paredes geminadas entre dormitórios e outros ambientes passam a ter um desempenho mínimo de 45 dB de isolamento. As paredes de alvenaria, que vinham sendo construídas com até 9 cm de espessura, deverão ter agora no mínimo 15 cm. Em paredes com espessura menor, o sistema drywall pode ser uma solução viável para alcançar as exigências da norma. Além disso, lajes de concreto com espessura menor que 10 cm, não atendem mais às exigências mínimas.

A norma também tem como características estabelecer as responsabilidades de cada um das pessoas físicas e jurídicas ligadas a uma edificação – construtores , incorporadores, projetistas, arquitetos, fabricantes de materiais, administradores condominiais e os próprios usuários. Fica claro o compartilhamento da responsabilidade sobre a edificação ao longo do tempo.

A norma foi dividida em seis partes: Requisitos Gerais (NBR 15.575-1); Sistemas estruturais (NBR 15.575-2); Sistemas de pisos internos (NBR 15.575-3); Requisitos para Sistemas de vedações verticais internas e externas (NBR 15.575-4); Sistemas de coberturas (NBR 15.575-5), e Sistemas hidrossanitários (NBR 15.575-6).  Para adquirir a norma, entre no site da ABNT: http://www.abntcatalogo.com.br/

Evento

Diante das profundas mudanças previstas pela norma, a AsBEA (Associação Brasileira de Escritórios de Arquitetura) e a Feicon Batimat – 19º Salão Internacional da Construção, promovem o Seminário “Como a Norma de Desempenho NBR 15.575 Impacta no Projeto de Arquitetura e na Obra” no  próximo dia 12 de março no Hotel Holiday Inn, no  Parque Anhembi. No encontro, estão previstas palestras do presidente da ProAcústica, engenheiro Davi Akkerman;  da engenheira Maria Angélica Covello, diretora  da NGI Consultoria;  de Carlos Alberto Borges, vice-presidente de Tecnologia e Qualidade  do SECOVI-SP; e do engenheiro Luiz Henrique Ceotto, diretor da Tishman Speyer.

Guia

A CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção), com o patrocínio do Senai, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, e da empresa Geo-Gestão Imobiliária, lançará, em abril, um guia com orientações sobre a Norma de Desempenho. O principal objetivo do Guia: facilitar o entendimento por meio de resumo, simplificação e adaptação da linguagem para coordenadores de obras e de projetos, técnicos, engenheiros, arquitetos, empresários (construtores e incorporadores), estudantes e agentes da cadeia produtiva das principais definições sobre o tema desempenho (requisitos, critérios, vida útil, etc).

Por: Emanuella Minari Ferreira
Fonte: www.vidrosom.com 

Nasce a Casa Acústica


Empresas e profissionais do setor vão ganhar espaço exclusivo
para trocar informações e conhecer novos produtos



A Casa Acústica, idealizada pelo empresário Edison Claro de Moraes, diretor da Atenua Som, e localizada no Ibirapuera, em São Paulo, nasce com o objetivo de promover o desenvolvimento e a divulgação da importância do controle sonoro nas edificações. Neste espaço, transformado em show room, fabricantes de janelas, fachadas, forros, pisos, divisórias acústicas e profissionais do setor terão a oportunidade de trocar informações, conhecer novas técnicas e produtos em um ambiente que conta com todo o rigor acústico. A inauguração deve ocorrer daqui a 60 dias.

O arquiteto e urbanista Robertto Freitas, do escritório Salinas e Freitas Arquitetos Associados, responsável pelo projeto, explica que o local vai estimular a aplicação de técnicas de isolamento e tratamento acústico na construção civil, voltadas à manutenção da saúde das pessoas, bem como permitirá a entrada da luz natural de modo controlado durante todo o dia.

Ainda segundo ele, em função da largura reduzida do lote, criou-se um jardim interno que irá proporcionar a incidência indireta dos raios solares em todos os ambientes. “Por esta razão, os caixilhos de vedação dos ambientes voltados para este jardim foram especialmente projetados a fim de que pudessem permitir luminosidade natural. Mesmo sendo grandes panos de vidro, serão a barreira sonora entre o espaço externo e as áreas internas da Casa Acústica”, esclareceu o arquiteto.

Seguindo o mesmo raciocínio, foi projetada a face frontal deste edifício, composta predominantemente por vidros de alta performance acústica, sendo protegida externamente por quebra-sóis de madeira. Nas laterais do imóvel, foram criadas grandes janelas como se fossem grandes luminárias, pois nos trechos em que o lote vizinho é geminado ao imóvel, estes caixilhos internos terão iluminação projetada de modo que sua temperatura de cor harmonize com a luz natural, proveniente do jardim e da fachada frontal.

O presidente da ProAcústica (entidade que representa as empresas e os profissionais do setor), engenheiro Davi Akkerman, não escondeu sua satisfação com a criação da Casa Acústica. “Este é mais um passo importante para a consolidação da nossa entidade que trabalha para o desenvolvimento da acústica no Brasil. Afinal, nossa entidade ganha um novo espaço para receber associados, promover eventos, cursos e treinamentos”, concluiu.

Fonte: http://vidrosom.com

Casa e Jardim e Brazil S/A juntos em Milão


    A marca abre as comemorações dos 60 anos em grande estilo, na 52ª Semana de Design de Milão
São Paulo, 27 de fevereiro de 2013 - Entre os dias 9 e 14 de abril, a primeira revista brasileira de decoração, arquitetura e design - Casa e Jardim - dá início às comemorações de 60 anos na Semana de Design de Milão, na Itália, com a exposição Reflexos da Decoração.
    Realizada pela primeira vez no lounge Brazil S/A - famoso por ressaltar a criatividade brasileira - a exposição traz as nove capas marcantes da história de Casa e Jardim, além de um vídeo com imagens da seção Casas do Brasil, clicadas por fotógrafos renomados como Latã Canabrava, Luiz Braga e Marcio Scavone.


 Festa Brazil S/A em Milão 2010.              

    “Vamos festejar em grande estilo os 60 anos de Casa e Jardim. Somos referência para as pessoas que têm o sonho de morar bem e renovamos nosso compromisso em apresentar os ambientes mais belos e cheios de vida”, diz Simone Quintas, diretora de redação de Casa e Jardim.
    A 4ª edição do Brazil S/A traz o tema Reflexos do Brasil e conta com a cenografia assinada pelo designer e arquiteto Marko Brajovic. O conceito criativo também se estende para compor a cenografia da exposição Reflexos da Decoração. "A capacidade de transformar e inovar, de ver o mundo contemporâneo através de diferentes pontos de vista, de criar experiências coletivas e sensoriais, de refletir o natural no cultural, o artesanal no industrial e vice versa, são prerrogativas fundamentais do design atual brasileiro. Igualmente ao efeito de um caleidoscópio. A nossa cenografia conceitualmente vai refletir o Brasil nas suas diversificadas formas e formatos", diz.
    Segundo ele, "quem passar pela exposição viverá uma experiência multissensorial que envolve, tanto o público quanto os expositores, em um contexto narrativo de referência brasileira cultural e emocional."
Ainda na Semana de Milão, mais de 1500 nomes entre arquitetos, decoradores e designers são convidados da badalada festa do Brazil S/A e Casa e Jardim. O evento será realizado no Palazzo Giureconsulti, dia 11/04.

Projeto Milão

    Em abril, acontece a Semana de Design de Milão, considerado o momento mais importante do segmento.  Aproveitando a oportunidade para divulgar os 60 anos de Casa e Jardim, a Casa e Jardim promoverá eventos paralelos à Semana em parceria com o Brazil S/A - um espaço de relacionamento entre empresas e profissionais dos segmentos de arquitetura, decoração e artesanato. Entre esses eventos, estão previstas uma exposição com as capas mais importantes da história da marca e uma visita guiada, designer tour, pela redação nos bairros de Tortona e de Ventura Lambrate, regiões de Milão de grande concentração de novos talentos do design.
    Para José Roberto Moreira, um dos idealizadores do Brazil S/A, a associação com uma marca tão tradicional quanto a Casa e Jardim só reafirma a importância da Semana de Design de Milão para o segmento. “Estamos alinhando e nos movimentando para levar mais conteúdo para o maior número de profissionais do segmento, gerando assim mais negócios em prol do design e da decoração brasileira”, afirma.

Edição Especial de 60 anos

Em junho, Casa e Jardim lança uma edição histórica para colecionadores em comemoração a suas bodas de diamante. Nesse especial, o leitor encontrará reportagens, crônicas e anúncios que marcaram época, como uma entrevista com o revolucionário arquiteto Oscar Niemeyer ao completar 100 anos, projetos de Flavio de Carvalho, Rino Levi, Paulo Mendes da Rocha, Artacho Jurado e textos redigidos pela escritora e jornalista Clarice Lispector e pelo poeta Carlos Drummond de Andrade.

Sobre Casa e Jardim

Casa e Jardim difunde as tendências do mercado de decoração, arquitetura, design e paisagismo sem imposições, respeitando estilos, histórias e comportamentos individuais. A marca publica projetos de interiores que possuem alma, que fujam da beleza sem vida de ambientes com cara de vitrine, sejam eles feitos por pessoas comuns ou profissionais da área. Além da revista impressa, está presente na internet – www.revistacasaejardim.com.br– e em versões para iPad e Android.
A revista conta com 626 mil leitores no país (Ipsos – Estudos Marplan/EGM – Jan a Jun/12 –  12 Mercados - Filtro: Ambos, 10+/anos) e o site com 6 milhões de pageviews e 1,1 milhão unique visitors por mês (comScore – My Metrics – Jan a Out/12).

Sobre o Brazil S/A

Idealizado por José Roberto Moreira do Valle e Ricardo Caminada, o Brazil S/A é um espaço de relacionamento entre empresas e profissionais brasileiros com mercado nacional e internacional, que tem como intuito promover a imagem do design nacional e aumentar a visibilidade de produtos, gerando negócios por meio de divulgação, serviços e ações de relacionamentos entre empresas e visitantes e criando uma ponte entre as corporações e profissionais de design, arquitetura, decoração e artesanato.


Por: Emanuella Minari Ferreira
Fonte: Editora Globo

ORQUÍDEA-CHANEL

Se Coco Chanel gostasse de plantas tanto quanto de moda, teria uma Maxillaria marginata em seu ateliê. De fato, essa orquídea brasileira foi feita por alguma maisonda alta costura celeste. Basta ver um vaso florido para se ter a certeza de estar frente a um figurino de luxo.

Do alto de longas e elegantes hastes surge uma flor solitária de uns 3 cm, cor de creme – ou alguma variação de branco que só uma mulher é capaz de diferenciar, como “areia”, “pérola”, “off white”. Arrematando cada borda das pétalas, há uma linha vinho tão escura que parece negra. Esse acabamento fica maior e mais destacado na pétala central, o labelo, onde ganha uma textura de veludo. Sob o fundo verde escuro proporcionado pela folhagem, as duas cores, creme e vinho, se contrapõem num conjunto bicolor simples e delicado, bem a gosto da famosa estilista francesa.



O segredo desse desfile todo passou centenas de anos escondido aqui no Brasil, nas áreas mais úmidas e sombreadas da Serra do Mar. Nos primeiros anos de 1900, quando Chanel mal tinha idade para segurar uma tesoura de modista, a Maxillaria marginata era tão comum no Sudeste do país que bastava uma caminhada de uns dez minutos em torno qualquer riachinho para dar de cara com uma delas. Touceiras carregadas dessas flores bordavam as árvores em torno dos rios Tietê e Pinheiros – hoje tão poluídos que até flores de plástico se desintegrariam em suas margens.

Conhecendo seu habitat natural, não estranha, portanto, seu gosto por lugares muito úmidos, especialmente aqueles em que a neblina surge nas primeiras horas do dia, enchendo a planta de gotinhas de água. Portanto, ao levar uma orquídea-chanel para casa, é preciso lembrar suas origens nobres e proporcionar um ambiente úmido e sombreado, onde a luz natural chegue, mas o sol, não.



Em vaso de barro, ela vai bem com esfagno e casca de pinus, mistura que ajuda a reter água sem encharcar as raízes. Se quiser um cultivo ainda mais próximo do natural, amarre-a a uma árvore colocando um pouco de esfagno na base e envolvendo a "trouxinha" com uma meia-calça de seda. Ou você pensou que uma planta tão alta costura iria se contentar com um retalho de algodão qualquer?

Fonte: www.minhasplantas.com.br

A casa ideal da Prada, por Rem Koolhaas


A Prada apresentou no mês passado em Milão sua coleção masculina de outono, o desfile teve cenografia assinada pelo AMO - um braço para áreas interdisciplinares do escritório OMA, do famoso arquiteto holandês Rem Koolhaas.  Sob o tema “Casa Ideal”, o mobiliário abstrato e geométrico é uma prévia da coleção que Rem Koolhas está desenhando para a Knoll, e que será lançada posteriormente neste ano.



Como uma inversão da configuração tradicional de uma passarela, o espaço foi concebido como um conjunto construído em torno do público, que ficou sentado em uma ilha central de formato irregular. A vista que se apresentou ao público, da “casa ideal”, era na verdade um recorte de um interior preenchido com mobiliário, objetos e manifestações da vida cotidiana. Os modelos atravessavam esse set, como se fossem personagens dessa cena doméstica sofisticada.



Uma série de imagens foram projetadas através de várias janelas fictícias instaladas no muro. Eles alternam entre imagens urbanas de áreas abertas e interiores, ampliando a profundidade espacial do show e trabalhando como pano de fundo para o conjunto do cenário.



O palco e a ilha foram construídos em madeira. A cena inteira é unificada por uma cor neutra cinza que cobre tanto o palco quanto a parede de fundo. Os móveis são feitos de madeira, metal e acrílico, em combinação com texturas de papel, espuma colorida e madeira pintada.




A quem interessar, encontramos um vídeo do desfile.






Fonte: BRUNO ETCHEPARE DESIGN INTERIORES, Arkpad
Fotos: Agostino Osio (as três primeiras) e Giovanna Silva (as duas últimas).

Volkswagen mostra carro conceito flutuante nas ruas da China


Ter um carro flutuante é um sonho para quem é fã de tecnologia, mas enquanto isso não vira realidade, podemos nos contentar com um vídeo humorado e bem produzido pela Volkswagen na China. O material abusa de efeitos especiais e foi feito com base no resultado de um concurso da marca no país, que convidava consumidores a projetarem a sua versão do perfeito “Carro do povo”.

No vídeo, o carro conceito viaja pelas ruas da China usando a força magnética para se movimentar, conta com condução automatizada e até uma tecnologia para a prevenção de acidentes. O vídeo todo está em mandarim, mas é bastante divertido e faz com que amantes da tecnologia sonhem ainda mais com um futuro incrível.

O vídeo promocional abusa do bom humor e mostra um projeto que partiu da participação do público.




Por: Emanuella Minari Ferreira
Fonte: Tecmundo


.

Jardim das Perdizes conquista certificado de bairro sustentável


Além de selo da Fundação Vanzolini concedido ao bairro, os dois primeiros lançamentos residenciais do projeto receberam a etiqueta PROCEL “A” , atestando  nível máximo de eficiência energética e de conforto térmico de acordo com programa brasileiro de conservação de energia



Diferenciais de sustentabilidade, uso racional de recursos, reaproveitamento de resíduos e o alto potencial de desenvolvimento social e econômico da região garantiram ao Jardim das Perdizes o certificado AQUA - Bairros e Loteamentos, exclusivo para empreendimentos com alta qualidade ambiental. O bairro projetado pela TECNISA, em parceria com a PDG e BV Empreendimentos Imobiliários, é o primeiro a receber esse selo no Brasil.

Os futuros moradores do bairro planejado poderão desfrutar de muita área verde, maior conforto térmico e menor consumo de energia e água. O processo AQUA tem como referência a Dérmarche HQE (Haute Qualité Environnementale), da França, que foi adaptado à legislação, normas técnicas e características culturais e ambientais do Brasil pela Fundação Vanzolini com apoio da Academia.

A certificação atesta que o bairro promoverá a qualidade de vida dos usuários em linha com a sustentabilidade. “Esta conquista é um marco para a cidade de São Paulo pela criação de um novo conceito de desenvolvimento imobiliário, onde o planejamento urbano e os melhores diferenciais de tecnologia e projeto foram adotados pela TECNISA a fim de criar um ícone de desenvolvimento sustentável”, afirma Maurício Bernardes, gerente de Desenvolvimento Tecnológico da TECNISA.

As primeiras torres do Jardim das Perdizes devem ser lançadas em março e terão também a etiqueta Procel Edifica - nível A, do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica. O selo atesta o melhor nível de eficiência energética em edificações residenciais e indica maiores níveis de conforto térmico e redução potencial do consumo de energia dadas as melhores condições de iluminação e ventilação naturais, além de indicar o uso racional de água.

Por: Emanuella Minari Ferreira
Fonte: Tecnisa e Giusti Comunicação Integrada

Pamesa traz para a Expo Revestir linha exclusiva do artista plástico Romero Britto e toda a sua produção HD


A linha Pamesa by Britto conta com desenhos que inspiram bom humor com ar de jovialidade e que podem ser combinados com elementos sóbrios ou contemporâneos

A Pamesa do Brasil, empresa de revestimentos cerâmicos e porcelanato, marca presença na Expo Revestir 2013, que será realizada de 5 a 8 de março, no Transamérica Expo Center, em São Paulo. Durante o evento, a empresa lança a linha exclusiva Pamesa by Britto, do renomado artista plástico Romero Britto, reconhecido mundialmente por usar cores vibrantes e estampas fortes como linguagem de esperança e felicidade.


Além deste lançamento, a empresa traz as linhas que incorporam a gama de produtos com tecnologia HD (alta definição), que proporciona a impressão digital na cerâmica. Esta modalidade de impressão tem grandes vantagens com relação à flexibilidade no desenho quando comparado aos sistemas tradicionais. Oferece, ainda, uma maior sobreposição gerando um realismo quase perfeito, possibilitando um efeito 3D e texturizado, uma reprodução fiel do produto copiado e um maior detalhamento da imagem.



Dentro da produção HD, a Pamesa disponibiliza novidades nas suas linhas Bauhaus, Calçada, Marmi e Madeira. Na Revestir, a empresa lançará novos formatos dessa versão nos tamanhos 20 x 60 cm e 58 x 58 cm, com aparência de madeira e cimento.

Pamesa do Brasil

A Pamesa do Brasil é uma empresa estabelecida na cidade do Recife, em Pernambuco. Conta com a tecnologia HD, a mais moderna disponível no mundo para a produção de revestimentos cerâmicos e porcelanato. Faz parte do grupo Pamesa, empresa europeia com mais de 35 anos no mercado.

Por: Emanuella Minari Ferreira
Fonte: Atelie de Texto
Colaboração: Camila Gardezani Antiqueira

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

10 anos de historia e nova coleção inspirada no cinema


   No ano em que completa 10 anos de experiência na concepção e fabricação de revestimentos de inox, a empresa mineira Mozaik lança na Revestir 2013 a coleção Cine Lumiére. “Ela relaciona a arquitetura e o cinema. Contempla tanto o ponto de vista de como a arquitetura é retratada pelo cinema, quanto a maneira como o cinema constrói espaços cenográficos usufruindo das formas plásticas”, explica Rogério Marques, diretor e designer da marca.

    A arquitetura retratada no cinema estimula o espectador a criar em seu imaginário a atmosfera e os conceitos do filme. Seja em títulos clássicos ou ficções científicas, os elementos da cenografia ajudam a compor os espaços fictícios, históricos ou futuristas, e buscam reproduzir a realidade.

   Recortes de cenas dos filmes apresentados entre as décadas de 30 e 70, como o Iluminado, de Stanley Kubrick, Os Bons Companheiros, de Martin Scorsese, A Inquilina, de Antti Jokinen, entre outros, serviram de inspiração para a nova linha de mosaicos, recheada por mais de 15 produtos.

   Com formas hexagonais, octogonais e, algumas vezes, orgânicas, os revestimentos para paredes são fabricados com zamac, liga metálica composta por zinco, alumínio, magnésio e cobre. Resistente à corrosão, tração, choques e desgastes, essa matéria-prima é muito usada na produção de bijuterias, puxadores e peças automotivas. Todos os mosaicos passam por um processo de fundição e recebem tratamentos de eletrodeposição para ganhar tons de cobre oxidado, ouro-velho, chumbo e níquel.

   A coleção Cine Lumiére inclui ainda revestimentos de inox com gravações de efeitos luminosos surpreendentes e pastilhas que combinam octógonos e quadrados. Trata-se de uma linha completa que harmoniza com qualquer tipo de material, principalmente os rústicos, e faz bonito em cozinhas, banheiros, lavabos, halls de entrada, lareiras e até nichos da sala. “Os metais emprestam sua nobreza aos ambientes e são vistos como joias”, complementa Rogério Marques.

    Esses lançamentos marcam a nova direção da Mozaik, que, além de expert e pioneira na fabricação de mosaicos de inox, passa a trabalhar com outros tipos de metal, como o zamac, de maneira inovadora e sem precedentes. Na contramão dos produtos importados, trazidos principalmente da China, a Mozaik investe na produção de revestimentos de alto padrão artesanais e exclusivos.

Sobre a Mozaik

Idealizada pelo engenheiro metalúrgico Rogério Marques, a Mozaik nasceu em 2003 no bairro Jardim Canadá, em Nova Lima, cidade da região metropolitana de Belo Horizonte (MG). Fruto de uma ampla pesquisa em tratamento de superfícies metálicas, a empresa surgiu focada em revestimentos de altíssima qualidade, com visual contemporâneo e inovador. A partir de 2013, aumentou o cardápio de revestimentos metálicos e passou a oferecer também peças produzidas com zamac, liga metálica formada por zinco, alumínio, magnésio e cobre. Todos os processos de fabricação usam tecnologia 100% nacional e a empresa dispõe de uma rede com cerca de 800 distribuidores em boa parte das cidades brasileiras, entre elas, Aracajú, Belém, Belo Horizonte, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, Maceió, Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo e Vitória. Atende ainda aos mercados europeu e americano, sempre com a preocupação de oferecer aos arquitetos, designers de interiores e clientes, produtos modernos e únicos.


Fellas

Profusão de hexágonos.

(podem ser feitos mosaicos personalizados combinando as cores).

Medida das pastilhas: cerca 2,5 x 2,5 cm.

Disponível em placas teladas de 28 x 32,5 cm.

Indicação: paredes internas.


Mozaik

www.mozaik.com.br.

Rua Rocha Lagoa, 276, Cachoeirinha, Belo Horizonte, MG;

Telefone (31) 3264-6075.

Por: Emanuella Minari Ferreira
Colaboração: Camila Gardezani Antiqueira 

Veja as novidades da Craft Design 2013


     A Craft Design apresenta novos conceitos e tendências no mercado de decoração e design, ponto de encontro obrigatório para todos os profissionais da área.
Em duas edições anuais, seu objetivo é o lançamento de coleções de empresas, designers consagrados e novos talentos, viabilizando a relação comercial e transformando boas idéias em bons negócios.
     Com minucioso critério de seleção dos produtos e constante trabalho de divulgação, a feira recebe a visitação de 7.000 profissionais de todo o Brasil e do exterior.  Não é aberta ao consumidor final e não é permitida a venda a varejo.


    Anna Morrelli terá peça em exposição da 22ª edição da Craft Design, em São Paulo. Nesta edição o lançamento será uma série de puffs personalizados. Instagram e Cubo Mágico são alguns dos temas escolhidos.

   


    Personalização e exclusividade são as palavras-chave das novas opções de estampas desenvolvidas pela Meu Puff Ecológico. Os produtos são fabricados com papelão ondulado, material 100% reciclável e biodegradável. A estrutura do produto é segura e resistente, suportando até 200 kg, é montado apenas por encaixe, evitando cola ou parafusos.




Criações de designers e artistas como:

Alexandre Stefani



Aline Maia



Anna Milliet



Katia Alves



Francisca Junqueira



Eleonora Hoshino



Ines Telles



Gatos de Rua



Nostro Mobile



Perecin Design



Printas



Zizi Maria



99 Colibris Design



Serviço:

22ª CRAFT DESIGN
04 a 07 de Março de 2013
de 04 a 06 das 10 às 21h00
dia 07 das 10 às 17h00
Local: Centro de Convenções Frei Caneca
Rua Frei Caneca, 569 – 5º andar
São Paulo – SP

Por: Emanuella Minari Ferreira

DURATEX MUDA LOGOMARCA


     Mudança traduz a sintonia da empresa com o novo contexto de mercado e o compromisso com a sustentabilidade.
      Desde sua fundação, a Duratex vem construindo uma reputação de respeito e credibilidade, reflexo da oferta de produtos de qualidade e a satisfação de seus clientes. A companhia é líder na produção de pisos laminados, painéis de madeira, louças e metais sanitários e tem sua atuação pautada por valores, responsabilidade social e preservação do meio ambiente. Em constante expansão, a empresa conta, agora, com uma nova identidade visual, que evidencia seu novo posicionamento e valoriza cada um de seus negócios.
      No ano passado, a Companhia decidiu projetar sua marca para o futuro, retrabalhando sua identidade visual de forma a se preparar para um novo contexto de mercado e ir além da transformação estética.
Assim, foi criado um símbolo que provoca associações impactantes e estimula a ideia de conglomerado com as particularidades dos vários negócios em que a empresa atua.
      O redesenho do rinoceronte traz contemporaneidade, evocando o símbolo da credibilidade construída ao longo dos anos. A combinação de linhas leves e fluidas dá a ideia de uma gota ou de uma folha, clara associação com o compromisso da Duratex com a sustentabilidade.  O novo traço também remete à letra "d", que evidencia tradição, solidez e ética.
      A nova logomarca tem por objetivo transmitir importantes atributos como proximidade, flexibilidade, inovação e dinamismo. Também reflete uma nova etapa da trajetória da empresa. A Duratex acredita que nos próximos 10 anos, o mundo sofrerá mais transformações de impacto do que nos últimos 100. Portanto, a nova marca foi projetada para o futuro, com identidade visual retrabalhada e design mais moderno.
     
SOBRE A DURATEX

      A Duratex S.A. é uma empresa brasileira, privada e de capital aberto, com controle compartilhado pelo conglomerado Itaúsa - Investimentos Itaú S.A e Companhia Ligna de Investimentos.
      Maior produtora de painéis de madeira industrializada, louças e metais sanitários do Hemisfério Sul, é líder no mercado brasileiro com as marcas Durafloor, Duratex, Deca e Hydra.
      A empresa tem sede em São Paulo e conta com cerca de 10,5 mil colaboradores, que atuam em 17 unidades industriais estrategicamente localizadas nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Pernambuco, Paraíba, Santa Catarina e Rio de Janeiro, e na Argentina. A empresa adquiriu também importante participação na Tablemac, maior empresa do setor de painéis da Colômbia.
      A Duratex possui 230 mil hectares com florestas cultivadas e áreas de conservação nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. A empresa foi a primeira florestal da América Latina a receber a certificação FSC (_Forest Stewardship Council®_), em 1995. A empresa tem suas ações listadas na carteira do _Dow Jones Sustainability World Index - DJSWI _(Índice Mundial de Sustentabilidade Dow Jones) e do Índice de Sustentabilidade Empresarial da BM&Fbovespa - ISE.










Por: Emanuella Minari Ferreira
Fonte: Duratex e Holofote

AMARELO E SUA VERSATILIDADE NA DECORAÇÃO


      Considerada uma cor quente e alegre, o amarelo parece ter conquistado de vez o gosto do brasileiro, especialmente na decoração.
      Combinações de móveis e objetos que fundem tons vivos com cores suaves, neutras ou escuras, criam um ambiente moderno e agradável. E para estas combinações, o amarelo é uma cor bem versátil, que pode ser incluída nos mais variados estilos de decoração.
      De acordo Luis Spezzotto, gerente de produto moveleiro da Cipatex, são diversas maneiras de incluir a cor na decoração, veja algumas dicas:
      - Ao lado de cores escuras como preto e cinza, o amarelo pode ser usado como contrapondo, quebrando a sobriedade do ambiente.
      - Para um clima jovem e descontraído, o amarelo pode ser utilizado ao lado de tons de azul. Escolha entre azul turquesa, azul royal, azul bic e outras variações.
      - Em combinações com as cores marrom e roxo, o amarelo recria o ar psicodélico dos anos 1970.
      - Já em parceria com o vermelho, criam ambientes quentes, especialmente na cozinha, remetendo ao ar retro!









Por: Emanuella Minari Ferreira
Fonte: Cipatex
Fotos: Google

Pesquisas mostram que 64% das empresas brasileiras já admitem o trabalho em sistema de home office. Por que isso está acontecendo?


 O sistema de home office ou trabalhar em casa é algo que as companhias já estão testando para cargos de confiança. Assim, os executivos podem desenvolver parte das atividades sem estar fisicamente no local de trabalho.

       Há algumas vantagens para este tipo de modelo, como diminuir o investimento em muitas estações de trabalho.
Além da questão financeira outro ponto positivo é motivar a equipe, já que é bem visto pela maior parte dos colaboradores este tipo de sistema e esta relação de confiança. Além disso, para algumas atividades como relatórios, análises e projetos, estar em um ambiente mais silencioso, sem tantas interrupções ajuda no desenvolvimento.

       Este é um modelo que pode trazer mais produtividade e resultados, até mesmo porque só a economia das horas gastas no trânsito de cidades como São Paulo, por exemplo, já é um enorme ganho.

       


   Mas é importante ter cuidado, pois este é um sistema que pode oferecer riscos se não for bem gerenciado, pois se o colaborador se perder no que deveria fazer no home office ou o gestor não souber combinar direito este esquema de trabalho, isso pode gerar motivos para desconfianças e improdutividade. Portanto
recomendo:

       - Combinem o qual o foco do home Office.

       - Tenha uma rotina, por exemplo, o home office será feito uma vez por semana; preferencialmente defina o dia.

       - Tente otimizar o dia com outras variáveis, por exemplo, um dia sem reuniões com aquele colaborador, ou o dia do rodízio do mesmo.

       - Marque uma reunião para falar do projeto feito no home Office; isso fará com que todos vejam benefícios no sistema.

       De acordo com uma pesquisa global da Robert Half, para 92% dos diretores de Recursos Humanos, coordenar uma equipe remota é mais desafiador do que a gestão de profissionais no local de trabalho, Isso porque a metodologia de acompanhamento deste tipo de sistema de trabalho é totalmente direcionada aos resultados.
Gestores que eventualmente gerenciem observando a pessoa trabalhar ou controlando horário de trabalho têm mais dificuldade. E, por mais que a gente ache que este tipo de gestão está ultrapassada, ainda há muita gente que acredita que gerenciar pessoas é controlá-las apenas e não gerenciar os resultados que elas produzem.

       Para gerenciar quem trabalha remotamente, é importante ter organização e  capacidade de desenvolver relacionamentos profissionais baseados em confiança e resultados. 

       Se você é gestor ou colaborador e vê no Home Office uma tendência, você está certo! 
Saiba utilizar este sistema de trabalho! Siga confiante e boa sorte!        

Por: Emanuella Minari Ferreira
Fonte: Organix Comunicação Integrada
Foto: http://www.onarchitecturesite.com

Anuario on line de Hotelaria


   Se você é especificador de produtos e serviços de Hotelaria, você não pode deixar de ler essa revista que agora investe na versão on line. Os editores dessa revista  buscaram os produtos mais expostos nas principais feiras do setor que aconteceram nos últimos 3 anos, pensando em beneficiar os profissionais que  a cada dia, tem menos tempo de pesquisar informações por conta própria
   



   

Mais informações acesse: 


Por: Emanuella Minari Ferreira 
Fonte:  Suzane Balbino - Marketing  -  suzane@revistahotelaria.com.br

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

3ª Paralela Móvel - feira de design de moveis



     A Paralela é uma espécie de  vitrine de inovação,  criação autoral,  utilização de novos materiais e a produção sustentável. Estúdios de Criação, expositores consagrados e grandes marcas se reuniram para promover novos negócios.
     No seu 3º ano, a feira se firmou com o diferencial de priorizar a exposição de mobiliário com design assinado, principalmente de produtos de novos talentos do Brasil como Belaus, Bortolini, Camará Movelaria, Daniela Karam,Estilo  BR, Estúdio Dix, Ezklo, Girona Design, HA.FATO, Hermes Ebanesteria, Ithem, Kiokawa Design, Leonardo Bueno Design, Mac Móveis, Marcenaria Santíssima Fé, Milar, Moblo, MSette Móvel, NDT Brazil, Paola Abiko, Pedro Mendes, Punto Mobile, Squarefoot, Tissi Mousinho, Única Almofadas, Vem da Serra, Vidrotec e Volaris Móveis
    A feira teve a curadoria de Marisa Ota, designer por trás da Ota Design. Com seu olhar criterioso, ela apresentou uma seleção de profissionais alinhados à economia criativa, integrando designers, artesãos e artistas. Organizada pela Ota Design, a Paralela Móvel é destinada a lojistas do setor moveleiro e expõe, inclusive, produtos de novos talentos.

Veja as novidades que marcaram a 3ª edição.



A coleção de mesas laterais Prisma é a novidade da Vidrotec. São três peças inteiramente de vidro e de formas inegavelmente geométricas.



Paola Abiko- As almofadas e os charmosos jogos americanos da coleção Caá, que se inspira na flora brasileira .



A Square Foot lança duas novas linhas. A Wild One tem peças 100% artesanais e estampas inspiradas em animais selvagens e a coleção Vertigo traz uma série de dhurries – tapetes indianos – que produzem um efeito 3D.




O arquiteto piauiense Flávio Franco lança o aparador Retalhos, que traz para o interior do móvel um tapete em preto, branco e tons de azul – também de sua autoria.



Entre as novidades da Girona, está o aparador Biscoito, de MDF laqueado e com autoria de Flavia Pagotti.




A coleção de ladrilhos de madeira da Tissi Mousinho oferece uma alternativa de revestimento às tradicionais cerâmica, Fórmica e papel de parede.



A inspiração para o sofá Gloriosus, peça feita pela Fetiche Design para a Ota Design, foi uma espécie de nudibrânquio, cujas bordas são multicoloridas.



Depois de ter um papel de destaque na Maison&Objet 2013, o tie-dye volta a aparecer na Paralela Móvel. A escolhida da vez foi uma peça da Milar Sofás, com dégradé do branco para o azul.




O designer mineiro Leonardo Bueno segue sua constante direção ao minimalismo bem-calculado, aparente no lançamento da mesa Bob.


Adones Doriguello Jr. assina esta cômoda para a Ezklo com influência des cores sedutoras das praias brasileiras – a areia, o mar e o céu...

Mais informações: www.paralelamovel.com.br

Por : Emanuella Minari Ferreira