segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Aspiração Central vira item de Luxo nos Imóveis

   É cada vez mais comum, nos classificados de imóveis de alto padrão de São Paulo, o aparecimento de um item até muito recentemente ignorado por quase toda a população e até por profissionais do setor imobiliário. Trata-se da aspiração central, um sistema de tubos, semelhante aos de águas e esgoto, que percorrem todos os cômodos da casa e que tem por objetivo garantir o máximo em higienização de pisos, paredes, móveis e cortinas, substituindo o tradicional serviço realizado com os barulhentos e ineficientes aspiradores de pó.
   Exemplos disto são os encontrados em anúncios de mansões, como a que está sendo vendida pela Canova Imóveis por 4,5 milhões, onde o tópico "aspiração central" disputa espaço no anúncio com itens como piscina, sistema de automação e ar condicionado central.     



   De acordo com a corretora Laís Fernanda Soares, que trabalha para a Brasil Brockers, em apartamentos novos em São Paulo, a aspiração central já vai se tornando um item corriqueiro para unidades avaliadas em mais de 1,5 milhão, mas ainda não chega a ser uma prioridade do usuário. "Clientes mais detalhistas - ou que tenham familiares com problemas respiratórios - chegam a consultar o corretor sobre imóveis com aspiração, mas por enquanto este não é o hábito da maioria", afirma ela. 


   Para Antônio Caramico, diretor da Biltech e responsável pela introdução no país da tecnologia Electrolux Beam de aspiradores centrais, no EUA e na Europa já praticamente não se concebe a construção de um novo imóvel - de médio para alto padrão - sem a inclusão desse item, principalmente nas regiões mais frias e favoráveis à proliferação de ácaros. "O Brasil está caminhando para um padrão de higiene e bem-estar no qual a eliminação de poeira, ácaros e partículas nocivas do ambiente é tido como tão importante quanto a eliminação de outros detritos a partir da pia, tanque, ralos e vasos sanitários", comenta o executivo.



   Na mesma linha de opinião, o Engenheiro Adriano Bezuti, da Construtora Zabo, afirma que a aspiração central é um item indispensável para compradores mais exigentes, e que há 10 anos a Zabo inclui a infraestrutura para instalação da central de aspiração em todos os seus imóveis a partir de 240 metros quadrados. "Empresas como a Zabo primam pelos diferenciais na construção de seus imóveis, e esse tipo de tecnologia, que impacta positivamente a qualidade da moradia, torna-se uma vantagem bastante competitiva no mercado", completa Bezuti. 
   Para Alcyr Melo, Engenheiro da Construtora Real, de Brasília, a tendência de se adotar aspiração central é algo que irá crescer muito rápido em todo o Brasil. Recentemente, a construtora Real inaugurou o primeiro prédio, dentro do seu portfólio, com este tipo de instalação no Distrito Federal. "Embora seja novidade para a maioria dos clientes, constatamos um nível muito alto de aprovação para o sistema e pretendemos adotá-lo como mais um diferencial para o cliente em empreendimentos de alto padrão no futuro", afirma Melo.  



   Cláudio Jordani, engenheiro da Construtora São José, também compartilha da opinião de que o sistema traz muitas vantagens, tanto porque otimiza as vendas da construtora, como por ser um item bastante benéfico para o comprador do imóvel. "A Construtora São José sempre incorpora novas tecnologias em seus empreendimentos, visando sempre uma melhora em termos de qualidade de vida para nossos clientes.       No caso do Sistema Beam de Aspiração Central, podemos dizer que fomos os pioneiros a adotar este sistema em um Edifício de Alto padrão, Edifício Frederic Chopin. Hoje, este prédio já foi entregue, e o nível de satisfação dos clientes com o Sistema de Aspiração central é incrível. Hoje em dia, nossos projetos já são concebidos com o Sistema de Aspiração Central", finaliza.

Imagens: Eletrolux e Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário