sexta-feira, 26 de junho de 2015

O que arquitetos e engenheiros devem saber antes de abrir um escritório?

Após pesquisar o mercado, planejar as finanças, analisar as possibilidades, é hora de abrir o próprio escritório. Mas diante de todos os planos, o profissional depara-se com uma série de siglas, planilhas, alvarás, livros, taxas e muitos outros documentos, até então desconhecidos.
Para aqueles que não têm experiência em administração de negócios ou contabilidade, esse primeiro momento da abertura de um negócio pode parecer um bicho de sete cabeças.

Confira as dicas de Telmon Oliveira, da Prolink Contábil:

Não basta gostar do negócio a ser aberto, o empreendedor deve ter conhecimento e saber se ele é viável para o bolso. Assim, deve pensar se o empreendimento será lucrativo;
Avalie a concorrência e crie um diferencial, além de manter um padrão excelente de atendimento;
Conheça todas as etapas financeiras, para que controle receitas e despesas. Assim, o arquiteto ou engenheiro consegue saber quanto investir e em quais setores gastar ou não, além de avaliar periodicamente o capital de giro, para não precisar fazer empréstimos;
Treine seus funcionários para que eles entendam muito sobre o escritório;
Busque um especialista em contabilidade. Uma assessoria competente irá cuidar dessa parte, que envolve impostos, tributos e taxas. Além disso, uma boa parceria dará uma visão maior e detalhada sobre o negócio, antevendo problemas permitindo assim que o empreendedor possa se concentrar em crescer e aumentar as receitas.


Fonte: www.prolinkcontabil.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário