quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Decoração para quartos pequenos




Imagem
Com imóveis cada vez menores, é normal a necessidade de decorar quartos pequenos. Entretanto, lidar com a decoração de cômodos cada vez menores pode ser um desafio, principalmente para quem não sabe nem por onde começar. Por isso, a arquiteta Leila Dionizios organizou uma série de dicas de decoração para quartos pequenos que podem ser bastante valiosas.
Comece pela parede: escolha cores claras para pintar as paredes, pois ajudam a criar uma sensação de amplitude visual que pode ajudar.
Invista em espelhos: outro item decorativo que ajuda a clarear o ambiente e criar amplitude visual são os espelhos. Quando mantido sempre limpo e instalado em um local estratégico, o espelho pode ajudar bastante a decoração de quartos pequenos.
Escolha móveis com design clean: móveis com visual mais moderno, design clean e arrojados são ótimos para quartos pequenos. Suas superfícies retas se encaixam quase perfeitamente nos espaços. Procure considerar um projeto de móveis sob medida para aproveitar ao máximo todos os cantinhos.
Explore verticalmente: ao invés de deixar as paredes ociosas, utilize-as como mais um espaço de armazenamento instalando prateleiras e nichos. Só não exagere na quantidade para não deixar o ambiente escuro e claustrofóbico. Mantenha sempre limpas e arrumadas, a fim de deixar o quarto com um visual bonito e evitar problemas de saúde.
Deixe as janelas livres:  É possível aproveitar melhor a luz natural e a circulação de ar pois ambientes pequenos tendem a parecer menores e sombrios quando mal iluminados. Uma janela livre pode ajudar bastante neste caso. Se for instalar uma cortina ou persiana, dê preferência aquelas de tecido mais leve.
Objetos decorativos: os itens pessoais que adicionamos a decoração ajudam a deixar o cômodo com mais personalidade. No entanto, em se tratando de um espaço pequeno, é bom evitar excessos. Dessa forma, o quarto não ficará com aparência de cheio e será muito mais fácil mantê-lo limpo.
Pratique o desapego: muitas vezes acumulamos uma série de objetos desnecessários, que acabam só ocupando espaço e juntando poeira. Pratique o desapego e mantenha no quarto somente o que realmente será usado. O que não for aproveitado e estiver em bom estado pode ser doado a uma instituição de caridade ou vendido em brechós, bazares ou pela internet.

Fonte: Arquiteta Leila Dionizios | MCA Studio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário