segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Obra de Hitchcock inspira Someone’s Lœft


Pelo segundo ano na Casa Cor Brasília, STUDIO AZ cria loft que explora atmosfera urbano-industrial



Atuando juntas desde 2003, as arquitetas Flávia Amorim e Renata Melendez, à frente do STUDIO AZ, marcam presença pela segunda vez na Casa Cor Brasília. Para a mostra deste ano, a dupla criou um ambiente de 75 minspirado na obra do cineasta inglês Hitchcock, que possui uma maneira própria de contar a história, sem definir exatamente o enredo e deixando partes do mistério para serem preenchidas pelo observador. Assim surgiu o Someone’s Lœft.

Pensado para um casal, o espaço apresenta ambientes integrados e amplos com máximo aproveitamento da luminosidade natural e da amplitude do local. O projeto remete à estética urbano-industrial ao associar materiais como aço, vidro, tijolo e concreto. Para proporcionar mais aconchego e personalidade ao loft, foram aplicados toques de cor, tecidos, madeira e obras de arte. A intenção é obter uma habitação prática e moderna, aliando soluções simples à tecnologia para facilitar manutenção e uso diário.

O projeto teve como inspiração o conceito do loft, que foi criado na década de 20 pelo arquiteto Le Corbusier e ganhou espaço na década ne 70 em Nova York. “Lá, como em outras grandes capitais do mundo, velhos galpões e armazéns de edifícios foram revitalizados e reformados para servir de moradia para profissionais liberais, artistas, publicitários e executivos”, comenta Flávia Amorim. Lofts são conhecidos por não terem paredes dividindo os ambientes, pelos mezaninos de madeira ou ferro, pés-direitos altos e grandes janelas para a entrada da iluminação natural, além da utilização de materiais de baixo custo e muita tecnologia.

“Como os lofts são ambientes com máxima integração, a privacidade dos cômodos costuma ficar prejudicada. Neste projeto, criamos um cubo para acomodar o quarto, pois assim conseguimos um controle maior da luz e privacidade para esse espaço”, esclarece Renata Melendez. De acordo com elas, esse volume, apesar do brutalismo dos materiais, flutua suspenso sobre o jardim, criando um aspecto de leveza. Os demais ambientes são definidos apenas por divisórias com alguma visibilidade e efeitos de luz e sombra, mantendo a fluidez do local e das formas.


Seguindo uma forte tendência do design, o destaque é a mistura de diversos materiais por vezes aplicados no mesmo ambiente e até em um mesmo móvel. São eles: aço, vidro, concreto, madeira, porcelanatos e pedras naturais. No banheiro, o piso e a parede são revestidos do novo Castelatto linha Toscana, com aspecto desgastado, contrastando com a precisão de cortes do aço e as cores da azulejaria.

Já na cozinha, o porcelanato Colormix reforça as linhas geométricas e os efeitos “destonalizantes”, em contraste com a madeira do piso e o preto profundo da bancada e dos armários. Além disso, a horta é montada em painéis Neobambu, novo material no mercado brasileiro composto de bambu de alta densidade, mais resistente e durável que a madeira.


O Someone’s Lœft tem ainda um toque teatral, ambientado para transmitir a sensação de que os moradores acabaram de deixar o local após uma discussão trágica. Detalhes sugerem o rompimento de uma relação, embora não seja possível identificar com exatidão os personagens e a história passada.


E para marcar a brasilidade, tema deste ano da Casa Cor, destaca-se a azulejaria do artista João Henrique, que tem como principal referência a obra de Athos Bulcão; um jardim com folhagens tipicamente tropicais, como a costela-de-adão e a samambaia e o uso de concreto e de formas geométricas puras de inspiração modernista.

Sobre o escritório - As arquitetas Flávia Amorim e Renata Melendez constituíram o Studio AZ em 2005. Formadas em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de Brasília (UnB), somam à sua formação curso de Design de Interiores no Instituto Europeu de Design, em Barcelona. A equipe Studio AZ também é composta por arquitetos e estudantes, o que possibilita o atendimento completo e imediato das necessidades do cliente ao longo do desenvolvimento do projeto.

Em 2015, o Studio AZ recebeu o renomado selo de excelência da International Property Awards, por ter vencido o prêmio America´s Property Awards, na categoria Best Interior Design Private Residence Show Home.

Para o Studio AZ, cada projeto deve resultar em ambientes funcionais, bonitos e com a personalidade do cliente. Expectativas alcançadas e sonhos realizados!

Nenhum comentário:

Postar um comentário