terça-feira, 27 de outubro de 2015

Projeto social transforma garrafas pet em arte


Mudar a perspectiva de pessoas em situação de vulnerabilidade social, em busca de trabalho e geração de renda e, quem sabe, do resultado desse trabalho, abrir outras oportunidades como a transformação em arte?  Essas são as propostas que fazem parte da exposição Luminós, que foi aberta nesta quinta-feira (22), na Casa de Artes Vila Mimosa, na região central de Canoas, região metropolitana de Porto Alegre (RS). As visitações estão abertas até o dia 8 de novembro.

A Coleção Luminós é uma criação da Cooperativa Casulo e das designers Tina Moura e Lui Lo Pumo. A criação usa como ponto de partida o uso de garrafas PET como matéria-prima para confecção de luminárias.

“A consciência da sustentabilidade é um desafio dos nossos dias, e transformar aquilo que é rejeitado em arte, proporcionando geração de renda e emancipação, é um sonho que vemos virar realidade na Cooperativa Casulo”, destacou o prefeito de Canoas , Jairo Jorge, na abertura da mostra.

Cooperativa Casul -  Fruto do projeto social Transformando Canoas, a Cooperativa Casulo está, atualmente, incubada pelo Movimento Ação por Canoas (MACA) e a Secretaria de Projetos Especiais, Captação e Inovação (SMPECI) da Prefeitura de Canoas. Seus integrantes são pessoas em fragilidade socioeconômica, envolvidas desde 2009 no Natal da Transformação, um projeto de qualificação profissional e geração de renda que resulta na decoração natalina da cidade. A cenografia deste ano é assinada pela arquiteta carioca Virginia Manfrinato e leva o montante de 300 mil garrafas PET. Em 2012, o projeto foi certificado pelo prêmio Sustentabilidade na Conferência RIO+20, um dos mais importantes eventos de discussão sobre sustentabilidade do mundo.

A  Coleção Luminós poderá ser conferida até o próximo dia 8 de novembro, na Casa de Artes Villa Mimosa (avenida Guilherme Schell, 6270, na cidade de Canoas RS, de segunda à sexta-feira das 9h às 18h, e aos sábados e domingos, das 14h às 18h. Sempre com entrada franca. Todas as peças serão comercializadas no local

Nenhum comentário:

Postar um comentário